sábado, janeiro 03, 2009

"A Guerra dos Tronos" de George R. R. Martin

Martin, George R. R., A Guerra dos Tronos (A Game of Thrones), Saída de Emergência, Tradução de Jorge Candeias, 2007.

A incursão no género literário em que “A Guerra dos Tronos” se encaixa, atribuo-a às várias críticas entusiastas lidas nos meus poisos literários habituais. Foi, assim, com alguma naturalidade que fui generosamente instigada a ler a actual obra, livro primeiro da saga denominada “As Crónicas de Gelo e Fogo”.

Esta fantasia por alguns dada como próxima daquela criada por Tolkien, parece-me claramente diversa.
É certo que estamos numa Idade Média imaginária e é igualmente certo que as personagens são marcantes, fortes nos seus propósitos e atitudes. Contudo, o mundo de fantasia de Tolkien vai um pouco mais além, é mais ousado na medida em que para além da panóplia de personagens humanas, são introduzidos seres com características físicas ou espirituais não humanas como duendes, fadas, elfos ou feiticeiros. George R. R. Martin, e reporto-me apenas ao primeiro volume de uma obra vasta, simplifica o universo apresentado dispondo apenas tipos humanos na história até agora contada.

Existe, no entanto, uma insinuação de ameaça quase sobrenatural para lá do mundo conhecido, para lá da Muralha de Gelo que separa os espaços em que as personagens apresentadas neste primeiro livro se movimentam e essa outra extensão de terra de onde parecem emergir sinais inquietantes que nos deixam em suspenso para o volume seguinte.

A história é simples e contada sem grandes artifícios estilísticos, mas o dinamismo que o autor empresta ao narrador na forma como nos transmite as venturas e desventuras dos Stark, dos Lannister e dos Targaryen, incute no leitor o desejo de mergulhar nas águas profundas das tramas em que estas três casas nobres estão implicadas.

A literatura fantástica é o género literário que menos explorei até ao presente momento, mas depois desta experiência de grande interesse e da oferta neste Natal do segundo volume de “As Crónicas de Gelo e Fogo” – A Muralha de Gelo” – será, como é óbvio, uma experiência a repetir.

14 comentários:

Homem do Leme disse...

Vê no meu blogue o prémio que te atribuí.

Um bom ano de 2009!

Pedro disse...

"A Muralha de Gelo" é ainda melhor, é fenomenal! Vais ficar espantada ;D

Inês Ramos disse...

Obrigada, Carla, pelo prémio Blog de Ouro. Um abraço e um óptimo ano 2009!
Inês

Ana Paula disse...

Muito obrigada, Carla! Por este prémio tão bonito e especial!

Proximamente, dar-lhe-ei continuidade e assinalarei o prémio no meu blogue.

Desejo-te um Ano Novo de 2009 em grande, com felicidade, e muitas e boas leituras!

Um beijinho amigo :)

Carla Milhazes Gomes disse...

Homem do Leme: Muito obrigada pelo prémio atribuído, agradeço-te de coração e desejo-te um muito feliz ano de 2009 cheio de coisas boas!

Bjs.

Carla Milhazes Gomes disse...

Pedro: Pois é... Vamos ver para quando essa leitura, já tenho tantas outras agendadas:/ mas depois desta "amostra" tão agradável garanto-te que sentirei a necessidade de o ler a breve trecho:)

Carla Milhazes Gomes disse...

Inês: Obrigada pelos votos aqui deixados, quanto ao prémio, é atribuído porque muito merecido;)

Abraço!

Canochinha disse...

Fico contente pela opinião positiva e corroboro a opinião do Pedro em relação ao volume que se segue. Os últimos publicados, 5.º e 6.º, foram dos melhores que li no ano que passou.

Carla Milhazes Gomes disse...

Ana: Nunca poderia deixar de pensar quase instintivamente em ti e nos conteúdos que tens desenvolvido no Catharsis quando tive que atribuir este prémio... Nele encontro tudo o que considero essencial num "trabalho" desta índole e sobretudo um "local" onde me sinto bem:)

Beijinho amigo:)

Carla Milhazes Gomes disse...

Canochinha: Fico em suspenso pela vossa opinião que tenho sempre na maior das considerações, depois digo coisas;)

Mónica disse...

Acho que o género do fantástico vai passar a ser cada vez mais explorado quanto mais se embrenhar na leitura desta obra. É verdadeiramente viciante. Estou a adorar e mal posso esperar para que saiam os restantes volumes e ver qual foi o fim surpreendente que o autor tem reservado para esta obra.

Maria Toscano disse...

Muito Agradeço o seu Prémio; porém, como poderá confirmar, foi-me impossível cumprir em absoluto as regras... sem que tenha ficado por fazer a Devida Vénia a 6 grandes Mulheres... está tudo em:

http://sulmoura.blogspot.com/2009/01/vejam-s-que-gesto-amigo-atingiu-nossa.html
.
maria toscano, Grata

Carla Milhazes Gomes disse...

Mónica: Tenho todas as razões para pensar que a saga continuará com a qualidade até aqui testemunhada:)

Carla Milhazes Gomes disse...

Maria: Belíssima a homenagem feita às 6 mulheres "escolhidas", aplaudo a originalidade!